Produtos em Destaque!Romasul - Produtos

Serviços em Destaque!Romasul - Serviços

Romasul - Localizaçao

Localizaçao

Rua Antônio Gatto Junior, 200
Distrito Industrial
CEP: 14176-154
Sertaozinho/SP
Fone / Fax: (16) 2105-3500

Romasul Equipamentos Industriais - NotíciasRomasul Equipamentos Industriais - Notícias

MMX pode explorar 24 milhões de toneladas/ano de minério

A MMX, empresa de mineração do grupo EBX, informou nesta terça-feira que a Superintendência de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Central de Belo Horizonte em Minas Gerais (Supram) emitiu a licença prévia para a expansão da Unidade Serra Azul.

Nessa expansão está previsto a construção de uma nova planta de beneficamente de minério de ferro com capacidade para 24 milhões de toneladas por ano, terminal ferroviário e 10 quilômetros de correia transportadora para transporte do mineiro da planta ao terminal ferroviário.

A licença contempla ainda a estrutura de transmissão de energia e adutoras de água. Desde 2008, a MMX opera as minas da Unidade Serra Azul, que estão licenciadas ara operar 8,7 milhões de toneladas de mineiro de ferro por ano.

Superporto
Após a expansão, o minério de ferro produzido na Unidade Serra Azul será exportado através do Superporto Sudeste, que está em construção no município de Itaguaí (RJ) com capacidade de 50 milhões de toneladas por ano na primeira fase.

O investimento para a expansão da Unidade Serra Azul será de R$ 4 bilhões, líquido de impostos. Em julho, a MMX contratou os bancos Itaú BBA e West LB como assessores financeiros para a estruturação dos financiamentos de aproximadamente 75% desse montante (US$ 1,8 bilhão) na modalidade project finance.

Para Roger Downey, presidente da mineradora, a obtenção da licença atesta a viabilidade socio-ambiental do projeto. "Com a expansão da Unidade Serra Azul, a companhia se consolida, cada vez mais, como um importante player do mercado mundial de mineiro de ferro", avaliou Downey. " A companhia reitera o compromisso com o desenvolvimento sustentável nos municípios de São Joaquim de Bicas, Igarapé e Brumadinho e com o governo de Minas Gerais", completou o executivo.

Tecnologia
A MMX usará tecnologia de ponta para beneficiar o minério de ferro, promovendo um maior aproveitamento do material extraído da Unidade Serra Azul. Atualmente, grande parte da reserva da companhia em Serra Azul é de itabirito compacto, e o processamento possibilitará maior aproveitamento do mineral e redução significativa das pilhas de estéril. Nos primeiros sete anos, a projeção é de que a Unidade processe 70% de itabirito compacto e 30% de itabirito friável. Passado o período, toda a produção de minério de ferro será proveniente do itabirito compacto.

Uma usina de beneficiamento de minério de ferro mais moderna permitirá processos ambientalmente mais adequados. Com a implantação das novas tecnologias, 95% da água usada no processo será reaproveitada. Para isso, contará com um espessador, equipamento responsável pela separação dos materiais sólidos dos líquidos.


Fonte: Monitor Mercantil